Implante de cabelo em mulher

A perda de cabelo nas mulheres, apesar de menos perceptível que nos homens, é muito mais frequente do que se imagina. Cabelo fino, fraco, quebradiço e até mesmo a própria queda são queixas que muitas mulheres apresentam e para a qual procuram resolução.

Ao contrário dos homens que a queda de cabelo é considerada um caracter frequente do envelhecimento, nas mulheres não é bem assim. Este aspecto evidencia-se ainda mais quando se sabe que actualmente mais mulheres procuram auxílio na cirurgia de implante ou transplante de cabelo. (alguns artigos apontam para aumentos da ordem dos 81% quando comparado com há 2 anos atrás).

Antes as mulheres sofriam em silêncio com a perda de cabelo em silêncio, assim optavam por tratamentos mais conservadores que adquiriam em farmácias ou lojas de produtos naturais. Porém o resultado destes tratamentos era por vezes temporário ou infrutífero. Actualmente, mais e mais mulheres com perda de cabelo optam por um tratamento definitivo e escolhe o implante de cabelo, sendo que a idade média em algumas séries ronda os 39 anos.

Por outro lado, a perda de cabelo nas mulheres não pode ser comparada à dos homens no que respeita às indicações cirúrgicas. Assim, enquanto cerca de 90% dos homens com queda de cabelo serão bons candidatos a uma cirurgia de implante de cabelo, apenas 2-5% das mulheres com queda de cabelo terão um verdadeiro benefício com este procedimento.

female_pattern_baldnessA principal dierença entre a alopécia androgena e a perda de cabelo nas mulheres, quando falamos de resultado do implante de cabelo, é que a zona dadora nos homens contém folículos estáveis, enquanto na mulher, na maior parte dos casos, todos os cabelos são afectados, não havendo propriamente uma zona estável identificável. Assim, mesmo que se faça transplante de folículos para zonas rarefeitas, se estes forem instáveis, acabarão também por cair, perdendo-se o resultado esperado.

As indicações mais frequentes utilizadas na identificação de uma boa candidata a implante de cabelo são:

  • Mulheres que sofreram perda de cabelo devido a causa mecânica / alopécia de tracção (causa não hormonal)
  • As mulheres que foram submetidas a procedimentos cirúrgicos e estão preocupadas com a perda de cabelo em torno dos locais cicatriciais.
  • As mulheres que têm um padrão de calvície semelhante ao da calvície de padrão masculino e uma área doadora, que não é afetada por alopécia androgenética.
  • As mulheres que sofrem de perda de cabelo devido a situações traumaticas, incluindo queimaduras, cicatrizes de acidentes e queimaduras químicas.
  • Mulheres com alopecia marginalis, uma condição que é muito parecida com alopecia de tracção.

Neste sentido, deve-se primeiro falar bem com o Médico especialista em implante capilar, dar uma boa história clínica que permita identificar se a mulher é ou não uma boa candidata – entenda-se que isto não é um teste a passar, mas sim uma tentativa de perceber se a cirurgia de implante capilar irá resolver a situação.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>